Consultores Disponíveis Agora

Alyra

Mediunidade Intuitiva e Baralho Maria Padilha

Amabel

Vidência, Cartomancia, Tarot e Baralho Cigano.

Amábile

Tarot de Raider Waite-Smith, Baralho de Maria Mulambo, Baralho Cigano, Petit Lenormand, Florais de Bach, Reiki

Anahy

Visão Intuitiva e Baralho Cigano.

Andrielle Cigana

Vidente, Baralho Cigano, Leitura de Copo d'Água e Cartomancia Tradicional

Aradia

Psicanalista, Terapeuta Reikiana, Médium Sensitiva, Tarot de Osho, Tarot das Bruxas, Baralho Cigano, The Good Tarot

Atena Taróloga

Intuitiva, Tarot Smith Waite e Lenormand (Baralho Cigano).

Atma

Terapeuta Holística, Médium Sensitiva, Numerologia, Reiki, Baralho de Maria Padilha, Dados, Runas, Oráculo da Deusa

Azura

Vidente, Reiki, Tarot Marselha, Tarot Cigano, Pêndulo, Radiestesia, Florais e Mesas Radiônicas

Bento

Vidente, Baralho de Dona Maria Padilha e Sr. Zé Pelintra, Tarot de Marselha, Petit Lennormand, Tarot de Waite, Tarot Mitológico

Bia de Oxumarê

Terapeuta Holística, Búzios, Tarot do Amor, Tarot dos Orixás e Baralho Cigano.

Castiel

Tarot de Marselha, Tarot de Aleister Crowley (Tarot de Thoth) e Tarot de Rider Waite.

Celina

Pedagoga, Numeróloga, Tarot, Baralho Cigano e Pêndulo.

Cigana Anita

Percepção Mediúnica, Tarot e Baralho Cigano.

Cigana Kaline

Clarividente, Sensitiva, Psicanalista, Baralho Cigano e Mesa Radiônica Psicogerador.

Cigana Sanara

Vidente, Reiki, Especialista em comunicação telepática animal, Oráculo da Deusa, Tarot de Osho, Tarot dos Anjos

Felícia Cigana

Psicanalista, Tarot Mitológico e Tarot de Marselha.

Genaro Vidente

Vidente, Numerólogo, Baralho Cigano, Tarot Adivinhatório e Tarot Adivinhatório.

Últimos Artigos

Tenho recebido relatos em alguns atendimentos que algumas pessoas sentiram que houve uma espécie de "conexão", onde se perceberam com uma nova consciência. Isso pode ser confundido com o processo do Despertar, mas hoje quero te convidar a analisar se o seu caso não seria algo diferente, mas sim uma unificação de vidas paralelas.

Você já parou pra pensar que não está sozinho no universo? Não me refiro ao planeta Terra, como conhecemos, mas sim em um nível mais profundo: o universo! O conceito de vidas paralelas está mais associado à ideia de universos paralelos ou multiverso e isso você já deve ter escutado falar. É uma teoria que sugere que existem outros universos além do nosso, cada um com suas próprias leis físicas e condições iniciais únicas.

Esses universos podem coexistir, mas permaneceriam separados e inacessíveis uns aos outros. Algumas teorias dizem que podem existir agora mesmo outras realidades vivendo "em cima" de nós, ou nós acima deles, porém que um não consegue tocar o outro, porque estamos em dimensões diferentes. De início, isso pode ser confundido com mundo espiritual/astral, porém não me refiro a isso, pois, nessa teoria, existiria também uma espiritualidade específica para cada universo.

A noção de vidas paralelas geralmente está vinculada à interpretação de muitos mundos da mecânica quântica, que acredita que cada vez que uma escolha quântica é feita, o universo se ramifica em múltiplos caminhos, dando origem a múltiplas realidades. Por exemplo: se você precisa fazer uma escolha entre aceitar uma promoção no seu emprego atual ou aceitar uma proposta de uma outra empresa, nessa teoria, você aceitará os dois - ao mesmo tempo - porém haverá uma ramificação entre seu "eu" que foi para a escolha do emprego atual e o outro "eu" que foi para a escolha do emprego novo.

Imagine um ex ou uma ex que você tem e agora compreenda que, em alguma outra realidade aquele relacionamento nunca terminou, e existe uma versão sua feliz por ainda estar com aquela pessoa. Outro exemplo, para facilitar, é que sempre que ficamos divididos entre "esquerda ou direita", um eu seu vai para a esquerda e outro para a direita. Ou seja, nessa teoria, não existem escolhas exatas, mas sim possibilidades que acontecem o tempo todo e são divididas, criando as nossas vidas paralelas.

Nesse momento, existe um "eu" seu que decidiu não ler isso até aqui (se você pensou em fazer outra coisa ao invés de continuar lendo esse artigo). E esse "eu" que saiu do artigo está fazendo outra coisa a qual você não possui acesso mais, pois houve a divisão entre vocês.

Você que está lendo agora, consegue imaginar que existem mais de 10000000000000 de "eu" seu, vivendo outras possibilidades? Aquele convite que você aí não aceitou, outro "eu" seu aceitou e teve um desenvolvimento e seguimento de vida diferente da que você hoje vive.

Mas o que isso tem de ligação com a teoria das cordas? A teoria das cordas é uma maneira de pensar sobre como as coisas muito, muito pequenas no universo, como átomos e partículas subatômicas, podem funcionar. Em vez de imaginarmos essas partículas como pontos minúsculos, a teoria das cordas sugere que elas são como pequenas cordas vibrantes. Cada tipo de vibração dessa corda poderia representar diferentes partículas, como elétrons ou quarks. Ou seja, todas as coisas no universo, desde as estrelas no céu até as partículas microscópicas, podem ser explicadas pelas vibrações dessas cordas.

Agora, imagine que essas vibrações das cordas não estão restritas a uma única realidade. Se considerarmos a hipótese de vidas paralelas ou universos múltiplos, cada vibração das cordas poderia gerar não apenas uma, mas várias realidades simultaneamente. Em um universo, uma escolha ou evento pode se desdobrar de uma maneira específica, enquanto em outro universo, a mesma situação pode evoluir de maneira diferente.

Falar mais diretamente sobre vidas paralelas e teoria das cordas é um desafio até mesmo para cientistas da área. Eu estudo esse assunto há anos, mas estou longe de ser uma cientista, porém já passei algumas vezes por algumas situações que me fizeram acreditar que isso é muito real.

Vou deixar abaixo alguns tópicos para que você faça sua própria análise:

🔹Interpretação de muitos mundos da Mecânica Quântica:

A interpretação de muitos mundos sugere que, a cada evento quântico ou uma necessidade de escolha sua, o universo se ramifica em múltiplos caminhos, representando todas as possíveis consequências dessa escolha. Isso significa a existência de diferentes "versões" do que você possa chamar de realidade, onde todas as opções acontecem em universos separados.

🔹Padrões Cosmológicos e Anomalias:

Anomalias em padrões cósmicos observáveis poderiam ser interpretadas como sinais de interações entre nosso universo e outros. Algumas teorias acreditam que as flutuações cósmicas podem ser explicadas pela influência de outras realidades.

🔹Influência na Teoria das Cordas:

Se considerarmos a teoria das cordas e a existência de múltiplas dimensões, alguns argumentam que essas dimensões extras podem abrigar diferentes versões de nosso universo ou até mesmo universos independentes.

🔹Experiências Anômalas e Fenômenos Paranormais:

Algumas pessoas relatam experiências que desafiam a explicação racional, como visões de vidas alternativas/paralelas. Eu mesma já tive 3 experiências, que me motivaram a estudar esses assuntos. Não sei muito bem como explicar, mas pense como 3 “acessos” que foram como se caísse um “véu” e eu pudesse enxergar coisas que seriam impossíveis de descrever, mas que estavam acontecendo simultaneamente aqui no físico, porém em outro cenário.

Essas situações poderiam ser confundidas facilmente como uma visão do mundo astral/espiritual, mas como eu tenho esse tipo de visão desde minha infância, pude diferenciar desde o começo. Embora foram apenas 3 “acessos” que eu tive, em cada um pude observar que não se tratava de nada que eu já havia visto antes. Pense como uma espécie de portal que seria capaz de enxergar outro mundo ou outra dimensão que acontece exatamente aqui, porém com sons e imagens totalmente diferentes do que os seus olhos já viram.

🔹Teorias da Inflação Cósmica:

Certas variantes das teorias da inflação cósmica sugerem a existência de "bolsões" ou "bolhas" no espaço-tempo, cada um com suas próprias condições iniciais e leis físicas. Esses bolsões podem ser interpretados como universos paralelos.

Você pode estar se perguntando o que isso tudo pode afetar sua vida? A verdade é que um “eu” seu pode estar nesse momento preso em algum espaço-tempo.

Certamente você já teve alguma situação traumática, talvez ainda mesmo em sua infância. Reflita agora se você não se sente afetado, de alguma forma, por aquele momento específico. Como aquilo moldou a vida que você vive hoje, baseado em uma escolha de percepção que você teve sobre aquela situação traumática. Considerando que cada “eu” faz uma escolha e então se divide e vive uma vida baseado naquela escolha, pense que você naquele momento específico fez 2 escolhas, porém uma delas foi a que te levou até onde e como você está agora.

Pra aprofundar, imagine você agora, observando seu eu mais jovem em uma situação específica, conectado no espaço-tempo e experimentando diferentes realidades possíveis a partir de escolhas que foram tomadas ali. Se considerarmos a teoria da relatividade de Einstein, sabemos que o tempo é relativo e pode ser afetado por fatores como velocidade e gravidade.

A ideia de observar eventos do passado, presente ou futuro, de forma interconectada, muitas vezes está associada a conceitos de viagem no tempo, teletransporte quântico ou dimensões alternativas, como proposto em teorias da mecânica quântica.

Agora considere outra situação em que você está enfrentando uma escolha importante na sua carreira, como aceitar uma nova oferta de emprego em uma cidade diferente. De acordo com a teoria das cordas, cada escolha que você faz pode ser vista como uma vibração única dessa "corda" que representa sua trajetória de vida. A teoria das vidas paralelas entra em cena quando você percebe que, em um universo paralelo, você tomou a decisão oposta, aceitando o emprego na cidade original. Em cada um desses universos, você está vivendo uma realidade diferente, baseada na escolha que fez.

Pra finalizar, imagine que em um desses universos paralelos, a teoria da relatividade temporal se aplica de maneira importante. Isso significa que o "eu" que escolheu a oferta original está experienciando o tempo de maneira um pouco diferente do "eu" que aceitou a nova proposta. As experiências, oportunidades e desenvolvimentos de carreira podem se desdobrar de maneira única em cada universo.

Ou seja, cada escolha que fazemos cria uma bifurcação na "corda" da nossa vida, gerando múltiplas possibilidades que, segundo essas teorias, podem coexistir em universos paralelos.

Continuando com o exemplo do emprego em outra cidade, considere a hipótese de que, em uma das realidades paralelas, o "eu" que aceitou a proposta enfrentou circunstâncias extremas, levando a um desencarne. Seguindo a interpretação de muitos mundos, isso implicaria em uma bifurcação específica da linha do tempo, onde esse "eu" experimentou uma morte que não ocorreu na linha do tempo “principal” – a que você está agora. Imagine então que a energia, consciência ou experiência desse "eu" que faleceu em outra realidade poderia, de alguma forma, unificar-se ou influenciar a trajetória do "eu" que optou por não aceitar a proposta de emprego e ficou aqui e talvez esteja lendo isso agora!

Consegue adaptar isso para sua vida e pensar que essa pode ser a explicação de, muitas vezes, você acordar ou sentir que captou informações ou possibilidades, como se estivesse com uma nova consciência? Da mesma forma, você pode acabar "herdando" alguns traumas por experiências que não foi exatamente você quem vivenciou.  

O que acha disso tudo?

Isso tudo que você está lendo, embora não seja um estudo comprovado cientificamente por questão de ser algo ainda muito "novo", é um estudo sério! A teoria das cordas começou a ganhar destaque nas décadas de 1970 e 1980, enquanto a ideia de vidas paralelas, especialmente associada à interpretação de muitos mundos da mecânica quântica, foi desenvolvida na década de 1950 por Hugh Everett III. Outros cientistas notáveis que contribuíram muito para a teoria das cordas incluem Leonard Susskind, Holger Bech Nielsen, e Michael Green. Além disso, a compreensão do multiverso foi enriquecida por trabalhos de físicos como Max Tegmark e Brian Greene, que também desempenharam papéis importantes na divulgação e popularização dessas teorias complexas. 

A pesquisa nesses campos continua, novas descobertas e avanços são necessários para uma compreensão mais completa e provas científicas. Mas espero que tenha conseguido resumir aqui um pouco sobre o assunto que é muito complexo e fascinante ao mesmo tempo!

 

Este artigo foi enviado pela Amarillys Cigana - Atende conosco desde Junho/15. É Terapeuta de Vidas Passadas, atende com Tarô Cigano, Tarô do amor, Mesa Radiônica e Pêndulo. Se quiser conhecer mais sobre ela ou ver depoimentos que ela já recebeu de outros clientes, clique aqui.

Próximo Artigo Ver Todos os Artigos
Conselhos do Bem utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação Saiba mais »