Consultores Disponíveis Agora

Abraão Sensitivo

Sensitivo, Numerologia Pitagórica e Cabalística, Tarot e Baralho Cigano.

Alaíde

Terapeuta Holística, Búzios, Tarot e Baralho Cigano.

Alexandre D Ogum

Terapeuta Holístico, Búzios, Baralho Cigano, Reiki, Cromoterapia, Florais de Bach, Mesa Radiônica e Magia Cigana

Alyra

Mediunidade Intuitiva e Baralho Maria Padilha

Atena Taróloga

Intuitiva, Tarot Smith Waite e Lenormand (Baralho Cigano).

Bento

Vidente, Baralho de Dona Maria Padilha e Sr. Zé Pelintra, Tarot de Marselha, Petit Lennormand, Tarot de Waite, Tarot Mitológico

Bia de Oxumarê

Terapeuta Holística, Búzios, Tarot do Amor, Tarot dos Orixás e Baralho Cigano.

Celina

Pedagoga, Numeróloga, Tarot, Baralho Cigano e Pêndulo.

Cigana Anita

Percepção Mediúnica, Tarot e Baralho Cigano.

Cigana Kaline

Clarividente, Sensitiva, Psicanalista, Baralho Cigano e Mesa Radiônica Psicogerador.

Cigano Higor

Bola de Cristal, Búzios e IFá, Baralho da Cigana Sete Saias, Tarot dos Oceanos, Dadomancia e Espelhos de Oxum e Yemanjá

Clarisa

Baralho Cigano, Tarot de Marselha, Baralho Maria Padilha, Mesa Radiônica e Cristais.

Fabi Taróloga

Terapeuta Holística, Vidente, Apometria de Ancoragem, Tarô Rider Waite, Tarô Egípcio, Tarô Mitológico, Radiestesia

Felícia Cigana

Psicanalista, Tarot Mitológico e Tarot de Marselha.

Fernanda

Psicoterapeuta Holística, Reiki Xamânico, Oráculo dos Anjos, The Fairy Tale Tarot, Cura Prânica, Florais Etéricos Xamânicos

Helena

Reiki I+II, Tarot Rider Waite, Baralho Cigano, Aromaterapia e Terapia com os cristais.

Madalyna

Vidência, Astrologia, Numerologia Cabalística, Baralho Cigano, Oráculo da Deusa, Oráculo de Belline, Pêndulo de Cristal.

Makum

Terapeuta de Vidas Passadas, Baralho Cigano, Cromoterapia, Cristaloterapia.

Maryna

Sensitiva, Psicopedagoga, Const. Familiar, Esp. Emagrecimento Sistêmico, Numeróloga, Tarot de Rider Waite

Últimos Artigos

O que não aceitamos e não nos permitimos mostrar, reprimimos e tentamos esconder guardando em nosso inconsciente. Muitas vezes não percebemos a real extensão de algum sentimento, sofrimento, situação ou problema. Podemos até achar que é algo bobo, pequeno ou insignificante, e por isso, escondemos.
⁣⁣
Existem muitas razões pelas quais podemos nos esforçar para esconder o que sentimos ou disfarçar nosso sofrimento. Uma delas é o medo de ser julgado, que se manifesta na forma de vergonha.

Nossa tendência é esconder a nossa fragilidade emocional das outras pessoas com o medo de que a exposição faria com que parecêssemos fracos - e com isso, sentir fraco e impotente com nós mesmos.

Homens, são especialmente propensos a evitar falar sobre seus sentimentos e dores por medo de que isso comprometa seu senso de masculinidade. Já as mulheres geralmente se preocupam com o fato de que revelar seu sofrimento emocional pode fazer com que pareça "muito sensível".

Se te julgam pelas suas roupas, salário, características físicas ou jeito de ser, lembre-se que quem está fazendo isso não tem conhecimento nem contexto sobre toda a história. O julgamento indiscriminado sempre vai dizer muito mais sobre a pessoa que te julga do que sobre você.⁣ "Pensar é difícil, é por isso a maioria das pessoas prefere julgar". - Jung

Na teoria, simplesmente expor nossas dores e fragilidades pode parecer fácil, mas requer uma grande quantidade de autoconsciência, autocuidado e amor próprio para se colocar em prática. Mas, uma vez posto em prática, pode mover montanhas, ou melhor, icebergs - icebergs de problemas emocionais e psicológicos que estavam causando dor em você.

Não tenha vergonha de suas lutas e sofrimentos. "A vergonha corrói aquela parte de nós que acredita que somos capazes de mudar." - Brené Brown (texto de Thiago Sian)

Próximo Artigo Ver Todos os Artigos
Conselhos do Bem utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação Saiba mais »