Consultores Disponíveis Agora

Abraão Sensitivo

Sensitivo, Numerologia Pitagórica e Cabalística, Tarot e Baralho Cigano.

Aisha

Psicanalista, Baralho Cigano, Baralho de Maria Padilha, Tarô de Marselha, Sinastria Amorosa e Mesa Radiônica.

Andréia

Terapeuta Holística, Psicanálise Integrativa, Tarot de Osho, Tarot da Astrologia, Tarot Videntes da Luz e Florais de Saint Germain.

Andrielle Cigana

Vidente, Baralho Cigano, Leitura de Copo d'Água e Cartomancia Tradicional

Ariel

Terapeuta Integrativa, Baralho de Maria Padilha e Zé Pelintra, Baralho da Vovó cigana, Oráculo das Conchas de Santa Sara

Atena Taróloga

Intuitiva, Tarot Smith Waite e Lenormand (Baralho Cigano).

Celina

Pedagoga, Numeróloga, Tarot, Baralho Cigano e Pêndulo.

Evelin

Especialista em Relacionamento Amoroso e Relação Abusiva. Terapeuta, Sensitiva, Tarot de Rider Waite Smith

Hécate

Vidente, Terapeuta Holística, Tarot de Maria Padilha, Tarot de Maria Mulambo, Tarot do Amor e Tarot de Marselha

Helena

Reiki I+II, Tarot Rider Waite, Baralho Cigano, Aromaterapia e Terapia com os cristais.

Taróloga Aida

Terapeuta Holística, Médium intuitiva, Tarot de Vidas Passadas e Baralho Cigano.

Taróloga Giovanna

Tarot de Waite, Runas Nórdicas e Mesa Radiônica.

Últimos Artigos

O maior desafio da vida amorosa não é entrar num relacionamento, mas sim sustentá-lo com sabedoria a cada nova fase. Para ajudar os casais a refletirem sobre isso, hoje trouxemos algumas dicas para você, que percebeu que as coisas não andam muito bem e está pensando seriamente numa separação: 

1- Assuma sua responsabilidade na relação

O primeiro passo para mudar qualquer coisa é assumir que você alimenta o problema que aflige sua vida. Sim, você cria problemas para si mesmo. Acostume-se a perceber como e quando faz isso.

2- Seja resiliente

O amor de uma vida inteira não é resultado de uma promessa bonita feita com música de fundo, mas resultado de um esforço cotidiano em lidar com cada nova fase e seu respectivo desafio. Relacionamento amoroso não é pra os fracos.

3- Administre suas expectativas

Esperar que o parceiro seja sempre uma rocha sólida de convicções, estabilidade e generosidade pode ser uma armadilha insuperável. Para que algo floresça ao longo do tempo é preciso deixar espaço para aquilo que não funciona ou é inconveniente. Imprevistos acontecem, e ser parceiro do outro no meio da tormenta é fundamental.

4- Redescubra o seu desejo

De modo geral, queremos desejar sempre como coelhinhos juvenis, e nessa hora cabe a sabedoria da maturidade. Será que conseguimos nos excitar de uma forma que não seja essencialmente genital? Já se percebeu excitado pelo jeito que a pessoa acorda ou pela maneira que acena para chamar o táxi?

5- Resgate sua capacidade de amar sem idealizações

Como continuar dando e recebendo o que há de melhor no outro? Muitos desistem, mas os que sobrevivem sabem a arte de oferecer um espaço privilegiado no mundo para o seu amor. Dê a maior parte do bolo, faça gentilezas despretensiosas e surpreenda com agrados aparentemente banais.

 

Próximo Artigo Ver Todos os Artigos
Conselhos do Bem utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação Saiba mais »